O que a perda de um aliado chave significa para o governo Lula

A revista inglesa The Economist publicou no último dia 6 um artigo sobre a renúncia do presidente do senado, Renan Calheiros, do cargo. Segundo a publicação, Renan constituía talvez, um dos mais poderosos aliados do presidente Lula no senado e sua renúncia, poucos momentos antes de uma votação crucial no Comitê de Ética do Senado (que provavelmente teria acabado com sua carreira), o tira da presidência, mas garante seu assento como senador. Tal manobra pode ter sido minuciosamente discutida com o os homens do presidente, já que Calheiros é uma importante peça para a aprovação da renovação do CPMF.

Leia mais

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *