Petrobras deve acelerar desativação de plataformas

A Petrobras deve começar a desativar plataformas antigas este ano, informa o jornal Valor. A tragédia ocorrida na barragem de Brumadinho (MG) pode acelerar o programa.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), se enquadram como plataformas antigas e provável necessidade de desmobilização pelo menos 41% delas que estão em atividade – isso representaria algo em torno de 60 unidades com 25 ou mais anos de uso.

O descomissionamento já estava nos planos da Petrobras e oito plataformas seriam desmobilizadas até 2021 na Bacia de Campos. Mas esse número deve subir. Com isso, novas plataformas deverão ser construídas para substituir as existentes.

[themoneytizer id=24054-28]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *