Rodoanel: obras do trecho sul são adiadas

As obras do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, que deveriam chegar à marginal da Via Anchieta no dia 25 de junho, tiveram seu início adiado, segundo informações da concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes, a Ecovias.

Serão feitas mudanças no fluxo do tráfego da Anchieta, entre os km 25 e 27. A marginal sul da via, no sentido litoral, será interditada e o tráfego desviado para a pista central, a partir do km 25 por uma alça de acesso. A pista central receberá uma terceira faixa no mesmo trecho para evitar transtornos.

O consórcio responsável pela construção ainda não divulgou a data de início, que deve ser anunciado nos próximos dias.

O Rodoanel Mário Covas (SP-21), também conhecido como Rodoanel Metropolitano de São Paulo é uma auto-estrada que está sendo construída em torno do centro da Região Metropolitana de São, com o objetivo de aliviar o intenso tráfego de caminhões nas duas vias marginais da cidade – Pinheiros e Tietê, cujos reflexos vêm agravando o tráfego urbano, com congestionamentos quiométricos.

É previsto como uma estrada de acesso restrito, com largas faixas vazias ou a ser preenchidas com arvoredos, nas proximidades de áreas residenciais no seu entorno, visando a evitar a ocupação das áreas lindeiras. Não obstante, a simples presença do Rodoanel provocou um intenso movimento de especulação imobiliária nessas regiões. Sua execução foi dividida em quatro trechos, Oeste, Sul, Leste e Norte. Somente o trecho Oeste foi concluído até o momento. O trecho Sul encontra-se em construção.

Atualmente o Rodoanel não é pedagiado, mas com a concessão do trecho oeste realizada em março de 2008, o início da operação dos pedágios está previsto para dezembro. O projeto prevê a instalação de cabines de cobrança nas saídas para as rodovias, de forma que os usuários paguem a tarifa uma única vez.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *