Antaq aprova ampliação no porto do Rio de Janeiro. Investimento será de R$ 492 milhões

Foi publicado no Diário oficial da União, Seção 1, da semana passada, a Resolução nº 2.184-ANTAQ que autoriza a implementação do projeto das arrendatárias Multi-Rio e Multi-Car para expansão do terminal 2, arrendado pela Multi-Rio, em área contígua, encravada, no Porto do Rio de Janeiro.

A arrendatária investirá R$ 492 milhões no novo terminal, habilitando o porto carioca a receber navios "Super Post Panamax" de 5ª geração, que passarão a frequentar a costa leste sul-americana a partir do final deste ano.

Para receber embarcações de 300 a 347 m de comprimento, o termo aditivo aprovado pela Antaq prevê a ampliação de dois berços existentes para 400 m cada, permitindo um aumento da capacidade operacional do terminal para 640 mil contêineres/ano, e uma receita adicional para a CDRJ (Cia. Docas) de cerca de R$ 28 milhões.

O incremento de receita, calculado proporcionalmente, em metragem quadrada, ao aumento de área, gerará ainda o pagamento de montante adicional de R$ 17,307 milhões pela metragem quadrada acrescida ao contrato.

O ajuste também prorroga o contrato da Multi-Rio, em razão da impossibilidade de amortização dos novos investimentos, durante o prazo remanescente do contrato atual.

Na resolução, a Diretoria da Agência acolheu ainda a proposta da CDRJ para os novos valores das outorgas dos contratos de arrendamento celebrados com as empresas Muiti-Car e Multi-Rio, e determinou que a CDRJ adote as providências necessárias para adequar o contrato de arrendamento da Multi-Car à Resolução nº 55/2002-ANTAQ, concomitantemente à celebração do termo de ajuste do contrato.

O ajuste nos contratos da Multi-Rio e Multi-Car prevê também investimentos no terminal roll-on roll-off do porto carioca, como a construção de um edifício garagem para o estacionamento dos veículos antes do embarque.

Para o diretor-geral da Antaq, Fernando Fialho, além do ganho em competitividade, uma vez que o porto carioca passará a receber navios de grande porte, "os investimentos fomentarão o desenvolvimento econômico e a geração de empregos na região, com reflexos no comércio exterior do país".

Atlântico Terminais
A diretoria da Antaq também autorizou a ampliação do arrendamento do Atlântico Terminais em 20.000 m2, em área contígua, no Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros, firmado entre a autoridade portuária de Suape e a empresa Atlântico Terminais, em 08/04/1992.

(Fonte: Antaq)

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *