Acordo de R$ 332,8 mi integra ferrovia no traçado do Rodoanel em SP

O Governo do Estado de São Paulo e o Ministério dos Transportes assinaram na última quinta-feira (22) acordo no valor de R$ 332,8 milhões para adequar o projeto do Rodoanel Norte ao do Ferroanel Norte, permitindo a viabilidade da construção da via férrea.

A adequação pretende permitir a sinergia entre os dois empreendimentos, que, segundo o governo de São Paulo, gerará economia de R$ 1,3 bilhão para a obra federal e reduzirá o impacto social e ambiental dos dois empreendimentos. O montante previsto será repassado pelo Governo Federal.

O objetivo do Ferroanel é ampliar a intermodalidade entre caminhão e trem no Estado de São Paulo e segregar o tráfego de cargas do de passageiros. Hoje o transporte cargueiro utiliza os trilhos da CPTM, em horários ociosos, para transpor a RMSP, o que não poderá mais ser feito a partir de 2015, quando não haverá disponibilidade para o compartilhamento por conta da chegada dos novos trens da CPTM. O empreendimento aumentará a competitividade da ferrovia no escoamento de cargas para o Porto de Santos, retirará caminhões que trafegam pelas estradas e reduzirá as despesas do transporte de mercadorias.

Haverá pouca alteração no traçado original do Rodoanel porque a faixa de domínio é larga o suficiente para receber a rodovia e a ferrovia, lado a lado. A adequação envolve terraplanagem, drenagem, proteção de taludes e aterros apenas ao longo do eixo da rodovia, quem tem 44 km. Os serviços serão executados em uma única etapa para as duas obras.

O Ferroanel está previsto no Programa de Investimentos em Logística (PIL), do governo federal, para conceder, por licitação, a construção e exploração de ferrovias e rodovias. Trata-se de uma ferrovia que atenderá a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) interligando as regiões de Campinas, Vale do Paraíba e Baixada Santista. O empreendimento é dividido em dois tramos, o Norte que interligará a estação Perus, em São Paulo, à estação Manoel Feio, em Itaquaquecetuba, e o Sul que conectará a estação Perus à Jundiaí. O tramo Norte possui 52,75 km e será o primeiro a ser viabilizado. A publicação do edital está prevista para o início de 2014.

O Rodoanel Norte terá 44 km de extensão e interligará os trechos Oeste e Leste do Rodoanel. Ele inicia na confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães, antiga estrada Campinas/São Paulo (SP-332), e termina na intersecção com a rodovia Presidente Dutra (BR-116). O trecho prevê acesso à rodovia Fernão Dias (BR-381), além de uma ligação exclusiva de 3,6 km para o Aeroporto Internacional de Guarulhos. Este trecho é o último do anel rodoviário a ser construído. Suas obras estão em andamento desde março deste ano com previsão de conclusão de 36 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *